shutterstock 221702965 - Quais seus motivos para começar a correr?

Quais seus motivos para começar a correr?

A corrida costuma ser bastante incentivada para aqueles que buscam iniciar ou retomar uma rotina de exercícios, afinal, basta um tênis, roupas confortáveis e um profissional para te orientar. Parece prático, mas iniciar um novo hábito não é fácil. Consiste em adotar um novo comportamento que não fazia parte do repertório daquele indivíduo, ou seja, se comportar de uma forma diferente daquela que o individuo vinha desempenhado há um bom tempo.

 

Começar!

Começar a correr envolve sair da zona de conforto. Envolve deixar de ir direto para casa depois do trabalho e ir para a academia, ou acordar um pouco mais cedo e ir correr em algum lugar. Também envolve lidar com alguns desafios e frustrações, como recompensas que demoram pra chegar (os primeiros 10km que parecem impossíveis) e sensações desagradáveis (qual corredor iniciante nunca sofreu com a respiração ou a famosa dor na canela?). Pelos desafios do início que um novo esporte apresenta, não é incomum que muita gente desista nesses primeiros obstáculos. Por isso, pode ser interessante considerar a motivação como uma das primeiras habilidades psicológicas a serem trabalhadas nos corredores.

 

shutterstock 221702965 - Quais seus motivos para começar a correr?

Um corredor motivado é aquele que persiste diante as dificuldades e mantém os esforços em direção aos seus objetivos. O corredor motivado age assim, pois sabe muito bem quais são motivos das suas ações, portanto, além de ter um objetivo, o corredor motivado conhece seus motivos para continuar em movimento embora esteja difícil.

Conheça a fonte de sua motivação

Se você está começando nesse desafiador universo da corrida, é importante conhecer sua fonte de motivação. Saiba que temos dois tipos de motivação: a extrínseca e a intrínseca. A primeira está associada à aprovação social, aos elogios, reconhecimento, comparação com outros corredores e até busca por prêmios, dinheiro e fama. Geralmente são motivações que não dependem somente do próprio indivíduo, mas também de outras pessoas. A motivação intrínseca são fatores internos associados à satisfação pessoal e as comparações são feitas em relação a si mesmo, como por exemplo, melhorar seu tempo nos 10km em comparação à sua última prova. A psicologia esportiva sugere que a motivação intrínseca é mais duradoura e efetiva. Ter mais motivos pessoais, como: aprender uma nova habilidade, sair do sedentarismo, melhorar o tempo no teste dos 3km em relação ao último, fazer uma prova de 10km pela primeira vez e cuidar da minha saúde, está associado à satisfação pessoal, percepção de autonomia e competência.

            Não se trata de condenar as motivações externas, elas também possuem seus papéis, mas são mais frágeis e estão menos associadas aos esforços das nossas próprias ações. Não só a motivação, mas também a autoconfiança e a autonomia aumentam quando um corredor pensa que corre porque se realiza ali na corrida, tem o foco no processo e não somente no resultado final, e reconhece que são os esforços de suas próprias ações que o leva em direção à meta.

           

Conclusão

É muito importante que todo corredor, tanto o iniciante como o profissional, saiba trabalhar a própria motivação, afinal, ambos corredores estão sujeitos à obstáculos e frustrações. Além de conhecer suas motivações, saiba que elas oscilam, que tem momentos em que elas estão fortes e momentos que estão enfraquecidas. Então, quais são seus motivos? Quais são suas fontes? Escreve esses motivos na sua agenda, no bloco de notas do celular ou bem perto da sua planilha de treino. Seja aonde for, se lembre deles vez ou outra. No próximo texto, falarei mais sobre uma estratégia para manter a motivação: o estabelecimento de metas. Acredito que já tenha ouvido falar, mas será importante conhecer como a psicologia esportiva enxerga essa estratégia e algumas dicas para torná-la mais específica e eficaz.

 Até mais!

Snapseed - Quais seus motivos para começar a correr?

Por: Anna Vitória Renaux

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *