Atenção plena na corrida

Com o último texto de psicologia esportiva, ficou evidente a importância da concentração e do manejo dos pensamentos para os corredores de curtas e longas distâncias. Assim como outras características psicológicas, concentra-se envolve treino, prática, persistência e também coragem, afinal, é muito mais cômodo dizer : “Não tem como, sem música eu não me concentro e não corro” ou “ Não deu, não parava de pensar na reunião de amanhã”. Diante disso, o mindfulness aparece como uma estratégia para potencializar a concentração no esporte.

Definindo:

Mindfulness, ou atenção plena, como é livremente traduzido, é uma técnica de meditação e têm sido bastante utilizada na psicologia clínica e esportiva para ajudar na regulação de emoções difíceis. O mindfulness busca atingir um estado de consciência do momento presente de forma não julgadora e aberta aos desdobramentos da experiência. Trata-se de uma forma diferente de prestar atenção: focada, mas flexível momento a momento, dos pensamentos, sentimentos e sensações corporais que se apresentam em sua consciência.

Uma dificuldade encontrada em muitos corredores de longa distância, principalmente os iniciantes, é se desvencilhar se distrações da mente e prestar atenção no que realmente importa no momento. Se desvencilhar das distrações da mente consiste em deixar o fluxo de pensamentos passar, e não se apegar a eles. É impossível evitar pensamentos. Se eu falar: “Pense num elefante rosa” e pronto, você já pensou num elefante rosa. Pense na dificuldade que você pode enfrentar no 16km de uma meia maratona, e novamente, você já visualizou essa dificuldade. No entanto, um corredor com atenção plena consegue identificar tal pensamento sem julgá-lo por ter surgido e logo retoma sua atenção para o presente. 

Por outro lado, um corredor sem essa habilidade pode se apegar fortemente à pensamentos distratores e prejudicar sua experiência na corrida. Quando conseguimos atingir esse estado de atenção plena, também podemos chamar que o atleta atingiu um estado de flow.

O estado de flow

 O flow é um estado mental caracterizado pela alta concentração, percepção de controle de suas próprias ações, perda da noção de tempo e uma intensa satisfação pessoal e prazer pelo momento. Nesse estado de flow, o atleta também avalia que tem capacidade de lidar com as exigências da tarefa. Você experimentou esse estado durante uma corrida? Você já correu extremamente conectado com a ação, sentindo muito prazer com a prática que nem prestou atenção no nos sinais irrelevantes do ambiente (seu amigo que entrou e saiu da sala das esteiras da academia, as mensagens que vibravam seu celular ou a reunião importante que iria acontecer em 24 horas)? Você provavelmente experimentou um estado de flow, e o melhor é que estado de flow está diretamente relacionado à bons desempenhos.

Como treinar atenção plena?

Existem várias maneiras. Existem técnicas de respiração e diversos tipos de práticas meditativas. Deixarei aqui o roteiro de uma das minhas práticas meditativas preferidas: a meditação do chocolate. Essa prática é bem interessante pois torna uma atividade simples e comum em um momento de ampliação da atenção e saída do automatismo, o que pode nos levar a atingir estados de atenção plena com mais facilidade. O roteiro abaixo foi extraído do livro “Atenção Plena” de Mark Williams e Danny Penman.

Meditação do Chocolate

Escolha um chocolate – um tipo de que você nunca provou antes ou que não tenha comido recentemente. Pode ser amargo, orgânico, ao leite, importado ou barato: o importante é escolher um tipo que você nao consumiria normalmente ou que nao costuma comer.

  • Abra a embalagem. Inale o aroma. Deixe que ele o domine.
  • Quebre um pedaço e observe. Deixe que seus olhos examinem cada detalhe.
  • Coloque um pedaço na boca. Mantenha-o sobre a língua e deixe-o derreter, observando se você tem vontade de engoli-lo de uma vez. O chocolate possui dezenas de sabores, veja se consegue sentir alguns.
  • Caso perceba sua mente divagando, apenas observe para onde ela foi, depois conduza suavemente de volta ao momento presente.
  • Quando o chocolate derreter por completo, engula-o de forma lenta, atenta. Deixe que escorra garganta abaixo.
  • Repita isso com o próximo pedaço.

Como você se sentiu? O chocolate pareceu mais gostoso do que se você o tivesse comido no ritmo apressado e habitual?

Bons treinos (de meditação e de corrida)!

 

Por: Anna Vitoria Renaux

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Atenção plena na corrida”

Feito para você

Não perca

30 dias gratuitos

UM APP FEITO PARA CORREDORES

Faça seu pré-cadastro para garantir a sua vaga no maior app de corrida.